O ex que quer casar comigo…

Sou uma mulher de relacionamentos longos, quem me conhece sabe. Não sou de pegar e não me apegar, aliás, prefiro não pegar se perceber que o envolvimento vai ser…Hum…”Desenvolvível” depois.

Quando eu tinha mais ou menos 13 anos  me apaixonei pelo mesmo carinha que a minha melhor amiga; alguma de nós iria ter que abrir mão de conquistá-lo e minha gente…Foi difícil.

De início ele não demonstrou nenhum interesse por mim, me achou agitada, feia e nem tchuns. Mais uma vez, se você me conhece,  sabe que eu não desisto fácil quando quero um homem específico pra chamar de meu, e dessa vez não foi diferente. Bati o pé e fiz bico, mandei cartinha com perfume e poesia, combinei saidinhas teenagers, cineminha e tudo o mais. Me fiz ser enxergada e, de fato, fui. O namorico adolescente não durou por mil motivos, mas nessas voltas que o mundo dá ele parou na minha vida mais uma vez aos 16, quando terminei um dos meus relacionamentos mais traumáticos.

Ferida, magoada e carente, encarei aquilo como um sinal e voltamos a namorar. Foi muito legal enquanto durou, não me arrependo de nada que eu fiz…Mas no trote do Mackenzie meu coração enxergou uma pessoa que talvez tenha sido a que eu mais aprendi sobre a vida na vida. Sabe como é? Terminei mais uma vez sem muitas explicações e ficamos três anos sem saber nada sobre a vida um do outro (ou quase nada.)

Me contaram que ele tava namorando, me contaram que ele tinha ficado noivo, me contaram que ele ia casar. Aí descobri que ele tinha terminado por ele mesmo quando um e-mail surgiu na minha caixa de entrada querendo saber se eu tava viva, morta ou casada. Eu tava bem, trabalhando loucamente e fazendo meu TCC. Retomamos uma amizade saudável e pronto! Chegamos aos dias atuais.

Conversa vai, conversa vem,  foi inevitável não olharmos pra dentro e pra fora, praquilo que éramos e praquilo que nos tornamos. Aí já viu, né? Quando falo que ex bom é ex morto acham que é exagero, não é.

– E se a gente casasse?
– Como assim? Eu e vc?
– É… Eu e vc. Eu amo vc, nunca te esqueci. Hj eu tenho carro, tenho trabalho, moro fora de casa. O que impede a gente de casar?
– …

Se eu for pensar mesmo, bem fundo, adoraria casar. Mas o fator número um que me impede de aceitar essa proposta sem o MENOR cabimento é o amor (ou a falta dele). Casar por afinidade, por conveniência, por inércia…Não dá. Sem contar que faz anos que eu nem beijo ele na boca, acho que a vida tem uma ordem natural para que as coisas aconteçam, no estilo nasce, cresce, reproduz e morre: conhece, se apaixona, namora, noiva, casa. Pegaram o espírito?

Amo meu ex de paixão, mas não romanticamente falando, não pra casar. O mundo, como eu disse, dá voltas e a gente nunca pode dizer nunca. Se for pra eu casar… Um dia… Que seja com o maior amor o mundo…De perder o ar. E tenho dito.

5 responses to this post.

  1. Putz é cada uma que acontece com a gente né.
    Uma vez um ex meu também me pediu em casamento, estavamos separados, mas era para ele não pegra exército hehe, não como o seu que ainda gosta de você.
    Mas passado é museu hein, sempre sempre bola para frente
    te amo
    bjocas

    Responder

  2. Casar sempre foi meu sonho, desde criança. E, desde que comecei a olhar os homens com “olhos adultos”, já me imaginei casando com vários homens – a cada amor, um possível casamento se desenha.

    Porém, tenho de concordar com você: o casamento é algo sério demais prá ser decidido assim, por impulso e sem amor. Casar não é só vestir branco, fazer festa, comer bolo e tirar fotos, é muito mais do que isso: é viver junto, construir uma vida e um futuro ao lado de outro alguém.

    Se eu tivesse me casado com cada um por quem já me apaixonei, seria campeã em divórcios..rs. Mas, vc tem razão: nunca diga nunca. Até pq, nunca sabemos onde nosso futuro marido se esconde.. =P

    Bjos

    Responder

  3. se vc falasse que sim, eu ia mandar vc comprar um bicicleta!! uhauahuaa

    nao sei se fui eu que virei coração de gelo..mas sei la..sou capricorniana..pé atrás sempre!! uhauahuah

    mas eu juro que nao te entendo!!! uhauhauahuahuah

    saudades nega..cuide-se!!

    =*

    Responder

  4. Posted by Bianca H. on 03/04/2009 at 21:55

    O seu ex tá mais carente do que você. Casar, assim, sem esse amor, o tesão? Como?
    Casar é sério, assinar um contrato, um compromisso. Casar por casar e ter que separar depois dá aquela dor de cabeça.

    Responder

  5. Pfff!! E você ainda tem coragem de me dizer, no post acima, que vocie está se sentindo mal, sendo pedida em casamento assim?
    Pode colocar essa auto-estima lá no céu!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: