O medo de se envolver.

Para os relacionamentos, ter toda a experiência do mundo não é suficiente. Não importa quantos anos você tenha, quantos amores viveu ou quanto tempo permaneceu com fulano ou beltrano; se cada um de nós é único cada relacionamento também é, sem fórmulas.

É claro que algumas coisas se repetem, alguns comportamentos se evitam e o que eu tenho notado na maioria dos casos amorosos que se iniciam é um excesso de medo: o famoso medo de se envolver.

A vida de solteira anda boa demais, vai que de repente dá errado o “rolê” e a amizade se perca? Não é mesmo? Em time que tá ganhando não se mexe. Quando a gente fica calejada dos términos, começa a exigir mais de si mesma e do outro. Evita ao máximo apresentar o “peguete de 6 meses” pra mãe e insiste em enganar todo mundo com papo de “ele é só meu amigo.” O cara vem te buscar todo o dia de carro e NÃO É seu namorado, você evita sequer FALAR sobre compromisso. Vocês se dão super bem, trocam msgs, e-mails e ligações o dia todo. Em tempos de nextel então, vixe, passam rádio um pro outro sem parar e não tem nada demais; afinal, só se caracteriza um relacionamento sério com uma aliança no dedo e um pedido oficial… AHAN.

Por que as pessoas insistem em se enganar dessa forma? Perguntei a uma amiga que se encontra numa situação IDÊNTICA a essa mesmo já sabendo a resposta: pra não se machucar.

Namorar é complicado, né minha gente? E sei lá…Tô começando a acreditar que nada é mesmo pra sempre. Um dia a gente morre, não é? Mesmo se der certo por um looongooo tempo… Vai acabar. Mas só por sabermos que vai acabar, que vai doer e que vamos nos magoar significa que não devemos TENTAR? Poxa vida, os momentos a dois são únicos e deliciosos. Morreremos sozinhos, todos? Sem jamais ultrapassarmos a linha de conforto? Pelo menos pra mim, um romântica INCURÁVEL, sempre vai valer a pena reviver amores, tenho medo mesmo é de deixar de amar por vira e mexe me decepcionar. Ficar incrédula sabe? Em relação aos sentimentos das pessoas…

Ai ai. Ando pensando demais.

11 responses to this post.

  1. Bem, apesar de estar, como diz minha mãe, “livre, leve e solta”, estou em uma fase em que não quero me envolver. Mas não afetivamente, o que prá mim é praticamente impossível, pois em alguma parte do caminho acabo me apegando, mas sim assumir um relacionamento. Talvez seja pelas tantas decepções, ou talvez seja apenas uma fase.

    bjos

    Responder

  2. Amor tem sido o tópico dos nossos blog, né chérie?
    Tá foda… fale em medo de se envolver. Eu queria, às vezes, nunca mais me apaixonar. Mas só as vezes, porque adoro um friozinho na barriga.
    Mas já disse, queria Pílulas de desapego tanto quanto Brás Cubas queria seu emplastro.
    Eu estou aqui, morrendo de medo de me envolver, ainda muito envolvida com um amor sem futuro por um homem que me ama mas que é impossível dar certo. Mas vou te dar um conselho: enfrente o medo. Vale apena. Todos os momentos bons, mágicos, os frios na barriga, as risadas e os sorrisos, valem qualquer dor. Vale sim. Se não quiser chamar de namoro, nnao chame, já isso de se apegar a um nome… nesse ponto, é desnecessário.

    Responder

  3. Posted by Bianca Hayashi on 01/05/2009 at 13:31

    A frase que mais me pegou no texto foi a seguinte: “afinal, só se caracteriza um relacionamento sério com uma aliança no dedo e um pedido oficial”

    Será que a gente não tem mania de classificar tudo? Será que a gente precisa MESMO classificar tudo? Tá ficando, tá namorando, tá casando, tá noivando.

    Sendo que, de verdade, o que importa é o que o casal sabe e mais nada. O resto, não é da conta de ninguém. Se o relacionamento (seja ele aberto, fechado ou de ponta-cabeça) funciona, temos mesmo que ficar classificando para que os outros saibam em que pé você está? E a gente fica feliz por ser rotulada pelos outros?

    E então você fala: “Mas só por sabermos que vai acabar, que vai doer e que vamos nos magoar significa que não devemos TENTAR?”

    Não acho que isso é frase de alguém romântico. Acho que é uma frase corajosa. Tudo na vida vai terminar, não somente seu relacionamento amoroso. Mas você deixa de tentar de fazer todo o resto porque sabe que o fim está ali? Não, você vai em frente do mesmo jeito, você sabe que vale a pena tentar.

    A gente tenta fingir que namoros, casamentos e rolos vão durar para sempre porque temos medo de nos machucar na despedida. Consideremos que isso fosse verdade: será que você ia querer ficar com aquela pessoa para todo o sempre? Quantos casamentos (e namoros!) a gente não vê por aí que não tem mais nenhum amor e que as pessoas estão juntas porque não conseguem mais ficar sozinhas? Isso não é pior do que sofrer por ter tido alguém e a relação acabou?

    Eu acho, pelo menos.

    Se não dá mais para manter, termina e segue em frente. Se deu certo ou não, é você quem vai determinar, não os outros.

    Adorei o post, lindona!
    Beijão!

    Responder

  4. Eu já tive relações de aliança no dedo que não eram importantes, e outras que sequer puderam ser chamadas de namoro, mas que foram de uma intimidade, companheirismo, cumplicidade ímpares…

    Não vou dizer que não gosto de rótulos, mas às vezes ficar pensando neles machuca muito. Melhor magoar o ego do que o coração, não?

    Beijos…

    Responder

  5. eu continuo evitandoo..auhauhaua..qdo eu gosto não dá certo meu!! Desisti jáá!

    Tenho um traaato com o amor, nem eu fujo dele..nem ele me persegue…um dia a gente se tromba!! uhauahuhaua

    mas no presente momento..auhauha..estou fugindo disso mesmo! rsrs

    bjusss saudades…

    Responder

  6. Posted by pati on 06/08/2009 at 12:18

    é, eu to travada..e me sinto mal sendo assim..nao consigo expressar os meus sentimentos de paixão pelo meu gatinho..quero muito e não consigo, tenho medo de chorar e sofre.. como muito jah fiz. criar expectativas ilusões….tenho medo de me expor, medo de ele nao querer…Na teoria eu sei q se eu expor o q sinto e ele “for embora” é pq ele nunca foi meu, nao posso perder alguem que nunca tive. Enfim, escrevo p/ desabafar minha dificuldade. SNIFF

    Responder

  7. Posted by Portuguesa Arrependida on 07/07/2010 at 06:57

    Nunca me envolvi num relacionamento. Também ainda sou nova. Tenho 15 anos. Mas quero mesmo namorar e conhecer rapazes… Só que eu sou tímida e tenho medo. 😛 O costume né?

    Já gostei de um rapaz que também gostava de mim mas não deu nada por causa do meu medo e de andarmos em escolas diferentes. Nós éramos melhores amigos… E depois não deu em nada. Nem amor nem amizade. Acabou. Sinto-me muito arrependida por a nossa amizade ter acabado mas ele não consegue falar comigo. Nem por Messenger. Para ser sincera ele também tinha medo de levar uma tampa e foi o que aconteceu. Se estiveres a ler isto, adoro-te!

    Vou para uma escola nova e agora espero perder o medo e relacionar-me! 😀

    Responder

  8. Posted by Silvia on 20/09/2011 at 07:01

    Tambem virei uma gata escaldada após confiar demais em pessoas que nao mereciam. Agora talvez desconte isso em alguem que nao mereça. Tenho muito medo de me envolver novamente e fico criando barreiras. Parece que prefiro a solidão mesmo, para evitar sofrer novamente. Preciso aprender a deixar o passado para trás e viver o dia de hoje com mais intensidade!!

    Responder

  9. Posted by MARLUCI on 24/09/2011 at 01:33

    Tenho tanto meso de envolver de novo que nem saio pra canto nenhum,so asio pra resolver algum assunto extremo e mais nada e mesmo assim de cabeça baixa,sem olhar pra canto nenhum,sei que assim desperdiço chances talvez ate boas pra mim,mas nao quero mais me machucar mais,sei tb que nao posso fazer isso comigo,estou ha anos sozinha,tenho bastantes preocupaçoes na mente,um alguem serviria pra mim como uma ajuda,um incentivo pra viver de maneira mais leve,posso tb estar errada,mas nao consigo sair pra compromisso nenhum,qdo estou quase saindo pra isso me da uma angustia e dai volto me desarrumoe fico em casa,me falta coragem,nao conheço ninguem pra me aproximar dde novo.

    Responder

  10. Posted by Carol on 20/12/2011 at 16:39

    Eu passo por uma situaçao parecida… Mas eu tenho medo de uma relação, Nunca namorei e não consigo tratar desses assuntos com a minha familia, acho mto estranho… fico insegura, O pior é q meus pais sabem jah, só q ainda sim eu tenho medo…
    Trnho medo de tudo q é novo, realmente eu acho q tenho problemas…

    Responder

  11. Posted by ana lima on 16/02/2012 at 20:05

    treine o desapego. ha um livro ‘ EU TE AMO MAIS SOU FELIZ SEM VOCE” leiam ,ele é maravilhoso. talvez o segredo esteja em nao comprometer o coraçao, nao se deixar guiar muito pela emocao… isso é somente uma pequenissssssima dica: no fundo nao ha formula para nao sofrer, nao se apegar, nao somos maquinas

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: