Santos ou São Paulo?

Sou uma pessoa contraditória.

Por um tempo tive o ódio mais profundo da cidade de São Paulo. Achei que meus problemas eram daquela forma pela cidade,e, em parte, eram mesmo.

Quando voltei para casa as saudades sem medida que eu sentia se inverteram e apesar das delícias de estar de volta aos melhores amigos do mundo, à melhor comida,à praia e à minha família, Santos tinha seus desprazeres. E de repente eu percebi que meu lugar talvez não fosse mais aqui. E de repente eu notei que o sofrimento vai fazer parte do aprendizado em qualquer cidade que eu estiver.

Deixei um pedaço de mim em algum lugar e eu mesma não notava o quanto ele fazia falta. Meus sonhos partilhados, em outras terras, novos amores, cheiros e sabores, até do congestionamento eu sentia falta. Daquela individualidade doente que nos fortalece, que nos faz pensar que somos auto-suficientes sendo inteiramente dependentes.

O mundo que eu buscava na minha zona de conforto já não estava mais no litoral, já não tinha mais lugar pra estar, guardei dentro de mim. E das lembranças que ficaram, do aprendizado dos quatro anos distante e de tudo o mais, eu não sabia mais onde colocar. Só sabia que tinham tido utilidade.

Queria voltar para as coisas que eu deixei como se elas ainda estivessem lá. As pessoas que eu deixei não eram mais como eu recordava.

Decidi então que queria voltar pras pessoas que eu não tive tempo para descobrir, para o entretenimento, para o trabalho alucinante, para o stress e para a ausência de família. Queria caminhar sozinha, coisa que eu nunca fiz, e ir atrás de novas sensações. Espero que dessa vez, melhores.

E o medo avacalha meu estômago, vira minha cabeça de um jeito todo torto e o melhor de tudo: eu adoro.

5 responses to this post.

  1. Posted by Jéssica on 15/05/2009 at 13:31

    Ahh realmente não interessa onde estamos, os problemas são mais internos do que externos.
    Bem eu amo Sampa então não me vejo morando em outro lugar, ahh sim em outro apt com ctz pq não sou pintinho pra ficar dentro de ovo né
    bjocas

    Responder

  2. menina, sei exatamente o que é essa falta de sao paulo! eu to aqui no 1 mundo e todo dia eu gostaria de viver de novo o stress, o caos e o mundo louco que vivemos em sampa!

    mas eu volto e voce voltará tb! tenha fé!! vai dar certo.

    Responder

  3. Bom, nunca tive essa experiência de passar tanto tempo longe “do ninho”, mas tb não sei que fascínio é esse que São Paulo exerce sobre nós. Me lembro que, quando viajei pro Paraguai, senti falta daqui. Falta de tudo – do congestionamento, das pessoas… Até da poluição eu senti falta. Por mais louco que possa parecer, não há nada como o monóximo de carbono paulistano..rs

    Mas vc volta! E quando voltar…hahahahaha

    bjos

    Responder

  4. Posted by Bianca Hayashi on 16/05/2009 at 01:19

    Minha primeira reação foi “como você pode odiar São Paulo????”. Mas eu acho que SP é uma dessas cidades que ou você ama ou odeia.

    A segunda coisa que pensei foi “a gente só se dá conta o que tem quando perde”… o que é bem triste de pensar. Deve ser muito estranho ter passado a vida com a família, ficar uns anos longe e perceber que não tem identificação. Mas tem que ficar ali do mesmo jeito.

    Eu não me vejo morando em uma cidadezinha do interior, mas vai saber como o futuro vai ser. Mas SP está no meu coração.

    Responder

  5. Volte, volte, volte!!!!!!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: