So… It is.

E as coisas não foram nada simples, doeu muito mais que eu imaginava. E eu já passei pelo menos umas 15 vezes por um desamor, mas é sempre terrivelmente indescritível. E depois de algumas semanas a tendência é ficar só aquela coisa latejante, e não mais aquele rombo enorme feito à machadadas no momento do adeus. E a decisão foi totalmente minha, e as falhas minhas e eu assumo a total responsabilidade pelas dores sentidas. As expectativas também eram minhas, a paixão idealizada, praticamente impossível de acontecer, tudo coisa do meu coração. Acho que criei uma idéia surreal das coisas, mas me manterei com ela. Me chamem de louca, romântica incurável, mas sem paixão não dá pra viver.

No fundo, no fundo o que importa pra mim é sentir. A gente sabe que a pessoa gosta, mas SENTE que não é igual. Sentir é uma merda, a gente só deveria pensar. Porque ninguém mesmo ama da mesma forma, o problema é amar mais ou menos. Amar diferente, tudo bem, agora amar de menos é horroroso. Os mais combatentes vão dizer que não dá pra medir amor e bla bla bla, mas aí faltam aqueles detalhezinhos, incômodos, a frase (mal) dita sobre estar apaixonado e tudo o mais…Não agüentei, pedi arrego, decidi beber leite.

Não que eu não achasse que de fato valesse à pena. Eu acho que vale. Mas se no final de todas as tentativas (se é que dá pra medir quando chegamos a esse lugar) não desse certo doeria muito mais que as machadadas. E seria pro meu lado. E eu tenho um sexto sentido das desgraças que me apita pra essas coisas. Achei melhor chorar de saudades desde já, perder três quilinhos pra ficar mais sem bunda na calça jeans, curtir aquela gastritezinha e pá, me emocionar em comercial de cartão de crédito, perfume e Dorianna pra já ir calejando o coração. Que me diz que muito mais está por vir.

Perdi completamente a cabeça?

4 responses to this post.

  1. Ai, ai… essas dores de amor… queria um brilho eterno de uma mente sem lembranças….
    Se precisar de alguém pra contar piadas, ou te alegrar, ou um ombro…dê sinal. Te amo e to morrendo de saudades.

    Responder

  2. Dói, mas passa.

    E enquanto não passa tem sempre alguma amiga pra mandar SMS de repente, apenas pra segurar a raiva/vontade de voltar atrás (né?)

    Beijos, te amo ow!

    Responder

  3. Vai passar…, relaxa e aproveite essa nova etapa na sua vida
    te amo
    bjocas

    Responder

  4. Posted by Bianca Hayashi on 19/08/2009 at 23:39

    Te lovuu (que emuxo hahaha) e você sabe de tudo o que penso sobre isso. Não vou discorrer aqui tudo o que disse, mas você sabe que pode contar comigo para tudo!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: