TPM.

Vim da rua com a cabeça pipocando de idéias para um novo post, mas aí fui dar uma olhadinha no blog da @desaventuras pra descontrair a minha quarta-feira cinzenta e brochei de toda a minha temática freudiana-wannabe -analista-de-merda. Me achei séria, me achei tosca, me achei uma opinadora sem muitos fundamentos filosóficos e esqueci sobre o que eu ia escrever.

Mentira, não esqueci.

Mas fiquei meio assim de falar sobre um negócio que creio que 90% de vocês já estão carecas de saber, que é a TPM. De qualquer forma, como já estava com as idéias todas arquitetadas,  coloquei em palavras parte das coisas que eu sinto nesse período tão peculiar da essência feminina que me deixa atordoada. Segue o texto em questão.

Durante a TPM eu me odeio. Odeio o mundo. Odeio todas as coisas qu eu costumo gostar. De repente, o vestido fica horrível, meu cabelo armado, as horas não passam. É como se de dentro de mim começasse a surgir uma bola de pressão prestes a ser liberada no maior estilo hadouken. É como não, é bem isso. Na primeira patadinha, na primeira frustraçãozinha-inha, na linha errada que eu faço em desenho técnico ou porque meu namorado não me abraçou por 30 segundos a coisa já começa. Vem uma vontade incontrolável de chorar e um sentimento total de ridicularidade. Você se sente um lixo. Sabe que está exagerando, sabe que as próximas palavras a serem proferidas não terão qualquer sentido ou razão, mas não controla. Fica louca, com o exu no corpo, e antes mesmo de abrir a boca já está arrependida. E dá vontade de chorar, já falei disso? Depois de rir. Depois de chorar de novo. Depois de rir. E você se sente a pessoa mais derrotada do mundo, vitimizada, com pena de si mesma. E SABE que é tudo mentira. Todos os medos mais absurdos, as cobranças mais indevidas e as palavras mais desnecessárias jorram que nem vômito e quando você percebe já está lá toda alteradona, toda dando pinta de que está possuída pela TPM.

É trágico.

Eu costumava crer que não sentia nada disso. Achava que só tinha uma cólicazinha tímida, que estava só estava tendo um dia ruim, mas não. No meu íntimo orgulhoso sabia que estava desequilibrada e, sinceramente, enchendo o saco de toda a população brasileira ao meu redor.

Agora meninas, me respondam, só a MINHA TPM é assim?

2 responses to this post.

  1. Posted by Maria Martha Mota on 07/10/2010 at 14:37

    Não, não é só vc!! Acho que todas nós somos dominadas pelo exu da TPM e transformadas em mulheres mais descontroladas do que já somos!

    Responder

  2. Posted by Giu on 17/10/2010 at 11:55

    Nossa, eu fico lokadocu quando to de TPM. Choro por tudo, fico altamente sensível, qualquer coisa me magoa, qualquer coisa me irrita, dou patada, me acho infeliz, é uma merda!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: