do avesso.

Essa semana foi a semana do exu. Da zica generalizada. Das tretas, dos acidentes, da desgraceira total.

Teve arranca rabo na vizinhança, arranca rabo via twitter, arranca rabo por causa de internet e até eu mesma briguei com o namorado toda trabalhada na possessão. Nunca vi isso. Quer dizer, já vi. Mas achava que até uma nova mudança no cosmos essas coisas não aconteceriam assim… Em massa. Mas conversando com um e outro já notei que a vida das pessoas anda meio que igualmente problemática. A diferença é que o povo num comenta entre si.

Falta dinheiro. Falta auto-estima. Falta um pouco de atenção por parte do namorado, namorada, marido ou esposa. Falta um pouquinho de caráter aqui, outro pouquinho de responsabilidade ali… No final, quem é feliz no trabalho, não é no amor, quem tem dinheiro, num tem sossego, quem é tranquilo demais, fica entediado, e por aí vai.

É a velha conversa sobre o equilíbrio na vida, sobre a junção da sorte com a competência. Não no quesito relacionamentos, claro, nesse departamento a combinação é outra, talvez: tolerância-compreensão-aceitação, sei lá. Mas no quesito vida, quase sempre o lance de estar no lugar certo, na hora certa e sabendo o que fazer já funciona. Ou vocês nunca tiveram nas mãos uma grande oportunidade na qual não souberam exatamente como agir e hoje ficam aos lamentos por aí? Então.

Só sei que por muitas vezes nossos medos e mal estares são somente por um motivo: o fato de não termos a capacidade de controlar (em completo) o que acontece com as nossas vidas.

Às vezes, as respostas vem com o tempo. Às vezes não. Às vezes simplesmente não há respostas e somos nós quem devemos fazer perguntas diferentes sobre as coisas que acontecem nas nossas vidas. Já é sabido que nada acontece só com você, e, se acontece, é porque talvez você esteja andando pelo caminho errado, não?

Se não dá certo você deve tentar enxergar a situação de outro ponto. Ou, de repente, estar mesmo em outro ponto, outra vida, outro namoro, distante (ou próximo) da família, longe de quem ou do que te faz realmente mal e você nem consiga admitir.

E tentar mudar.

Pra passar alguns meses sem gritar com quem não merece ouvir e dormir em paz.

6 responses to this post.

  1. Posted by Carla Maia on 04/02/2011 at 13:16

    Cara,

    Não sei se só eu, mas acho que você quis dizer isso no post, o mundo tá meio que rodando errado.
    Parece que de um dia pro outro: TUDO COMEÇOU A DAR ERRADO PRA TODO MUNDO!
    To errada? Exagerando?
    Não sei .. mas é oq eu vejo no meu ciclo de pessoas! =X

    Adoro seus posts, meudeus do céu!
    hahahahahaha

    Beijos, teamo, maninha! =*

    Responder

  2. Posted by Bruno M on 04/02/2011 at 13:24

    Me identifiquei com esse post, hahaha!!!
    Se vc pensar…Nostradamus já previu tudo isso =P
    Já faz um tempo que eu digo “o mundo tá podre!”, e ai começam a acontecer essas coisas ruins pra td mundo…
    Talvez seja bom mesmo acabar em 2012 kkkkkkkkkkkk!!!
    Já não dá pra mudar as coisas…pessoas mentirosas continuarão mentindo, pessoas boas continuam a ser boas (ou não), e por ai vai…
    =D
    Bjusssssssssssssssssss

    Responder

  3. Posted by Ana on 04/02/2011 at 13:32

    Toda trabalhada na possessão! kkkkkkk
    É, Ericka, tá meio estranho o negócio mesmo! Vamos nos benzer!
    Ah, tem horas que, honestamente, não queria que o mundo acabasse ano q vem.Mas essa semana, de cada 5 dias, eu desejei em 5 que vemnimim 2012!
    kkkkkkk
    Bjs!

    Responder

  4. Posted by Melzer on 04/02/2011 at 14:19

    Arrasou no post!

    Realmente as coisas andam meio erradas mesmo, mas faz parte da vida, acho que só assim conseguimos entender outro(s) lado(s) de uma mesma questão ou descobrir quem queremos ser.

    =*** Ericka!
    Precisando de alguma coisa estou por aqui!
    See ya!

    Responder

  5. Posted by Daniele on 04/02/2011 at 14:54

    Não devia mais me sinto aliviada por todo tumulto que vc acaba de descrever que passa em sua vida…
    Afinal agora sei que não sou a unica doida nesse mundo.
    Tenho “muito” e as vezes sinto não ter nada !Quero coisas tão simples que ninguem é capaz de me dar se eu não pedir e se peço (como fiz ontem) me negam sem entender a importancia!
    Mulheres qua estão bem no trabalho,com a familia e até com o relacionamento não podem se sentir “mau” sem motivo aparente!?
    Socorro….Diga que esse vazio não é previlegio meu diga vai!!!Por favor!

    Responder

    • Posted by Ericka Rocha on 04/02/2011 at 15:26

      Huahahuahuah… O vazio não é privilégio seu, Dani! Não é! Aliás, vc leu os ourtros comentários… 2012 está próximo, ou, então é só uma fase que todo mundo anda passando… E espero que PASSE MESMO!

      Um bjão!

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: