Posts Tagged ‘filme’

do jeito que o povo gosta!

Inaugurei essa nova seção porque vejo muita coisa legal por esse mundo dos relacionamentos que gostaria de compartilhar com vocês, mas num tem espaço nos posts, às vezes, pra fazer essas citações!

Vira e mexe vou colocar por aqui algumas dicas de filmes, livros, músicas, outros blogs e textos que eu considerar supimpas pros meus leitores, okay? Espero que vocês gostem!

O meu queridinho da vida para essa vez é o filme brasileiro “Apenas o fim”, do Matheus Souza, com a brilhante atuação do nosso já conhecido Gregório Duvivier e da Érika Mader.

O cenário é simples, gravado na PUC-RJ, mas os diálogos são encantadores e imperdíveis. Quando vi fiquei louquinha com tanta frase cheia de sentido e twittei frenéticamente, quem já me segue há algum tempo deve ter visto! Pros românticos e nerds é um prato cheio, porque conta a história de Antônio (Gregório) é da namorada (Erika), que lhe conta sobre seus planos de fugir de casa e recomeçar a vida em outro lugar, distante dele. Ele tenta convencê-la do contrário enquanto recorda sobre todas as situações que passaram juntos e passam o filme inteiro pensando em como vai ser esse novo futuro, tão incerto. Com uma trilha sonora excelente, elenco de apoio divertido e sacadas sensacionais, “Apenas o fim” foi um filme que marcou minha vida por uma série de motivos, não tinha como falar de outra coisa se não fosse ele para estreiar essa seção!

Pra você que ainda não se inspirou em assistir, seguem algumas das excelentes frases do nosso casal de protagonistas:

“- Você foi feliz comigo de verdade?
– Não. Mas a culpa é minha!”

“Você vê filmes demais. Vai acabar me amando pra sempre.”

“Vocês mulheres tem uma visão completamente equivocada do que nós pensamos sobre as mulheres. Qual a mulher que a gente mais respeita? Não é a nossa mãe que mostra o peito pra gente logo no primeiro encontro?”

“- Você acha que iria gostar de mim se eu não fosse tão complicada?
– Acho. Gostaria sim.”

“A única diferença entre a arte e a terapia é que se eu deixar de escrever um dia, não pago a sessão.”

“Desculpe. Eu não sei o que é ficar cansado de você.”

“Ontem eu calculei. Você me deu 13 rosas durante o nosso relacionamento.”

“Você é meu chicletinho mastigado.”

TEM COMO NÃO AMAR?

Anúncios